Centenário do maestro Gilberto Mendes é tema de live neste sábado, 22/05

Neste sábado, 22 de maio, 18h, o canal Histórias do Cinema recebe o aclamado escritor Flavio Viegas Amoreira, autor de Gilberto Mendes: Notas Biográficas (Imaginário Coletivo, 2021), para falar sobre a trajetória do importante e seminal maestro santista, que completaria 100 anos em 2021.

Gilberto Mendes: Notas Biográficas é a biografia do maestro e compositor de vanguarda mais importante desde Villa-Lobos, reconhecido internacionalmente como artista e criador do mais instigante festival de música erudita da América Latina: o Festival Musica Nova, de Santos.

O livro conta com prefácios do jornalista Carlos Conde, do escritor e neurologista Edson Amâncio, do crítico de cinema do Estadão Luiz Zanin Oricchio, da escritora Madô Martins, do maestro José Carlos Rocha e do ´brasilianist´ Charles Perrone.

A entrevista poderá ser conferida no player abaixo:

Ou no Facebook.

O canal Histórias do Cinema temfeito lives desde 2 de maio de 2020. Nesse tempo, entrevistou nomes das mais variadas áreas da cultura como os atores Paulo Betti, Sergio Mamberti, Ondina Clais, Walderez de Barros, Luciano Quirino, Tuna Dwek, Claudia Campolina, as cineastas Andrea Pasquini, Beatriz Seigner, Julia Katharine, Angela Zoé, os diretores Lufe Steffen, Diego da Costa, Fabio Rodrigo, Elder Fraga, Rodrigo Aragão, o dublador Marcio Seixas, o curador da Versátil Home Vídeo Fernando Brito, os Professores Jamer Guterrez de Mello, Laura Cánepa, Rogério Ferraraz,Celso Ronald, Eduardo Rubi Cavalcanti, Claudiane Weber, os críticos Renzo Mora,Paulo Telles, Diego Nunes, Waldemar Lopes, Rodrigo Rema, os produtoresculturais Juliana Luiz, Renatinho Santos, Claudio Roberto Brasílio, Fabio Gomes Ribeiro, Rodrigo Piovezan, José Virgílio Leal de Figueiredo, os escritores Saulo Adami, Luiz Dominguez, o maestro Mario Tirolli, o fanzineiro Denilson Reis, a presidente da WIFT Brasil Nágila Guimarães, entre diversos nomes, sempre com o objetivo de propor uma reflexão acerca da cultura, do contexto dos segmentos artísticos, culturais, da democratização de acesso ao setor, etc.

Flávio Viegas Amoreira: escritor, poeta, jornalista e crítico literário, já publicou 14 livros entre poesia, contos e romance, sendo os mais destacados: Maralto (2001), A biblioteca submergida (2002), Escorbuto, Cantos da Costa (2005), Contogramas (2006) e Edoardo, o Ele de nós (2007), todos pela 7 Letras Editora do Rio de Janeiro, bem como O vazio refletido na luz do nada (2015) e Desaforismos & Tramas de Metrô pela Editora Kazuá de São Paulo. O autor foi inserido na antologia Geração Zero Zero, reunião dos considerados mais relevantes contistas da primeira década no Brasil, organizada pelo crítico Nelson de Oliveira em 2011. O escritor colabora com vários jornais brasileiros especialmente dirigidos ao público literário e é colaborador faz 20 anos do jornal A Tribuna, de Santos. Traduzido e adotado por universidades norte-americanas e portuguesas, atua como agitador cultural entre São Paulo e o litoral paulista, sendo parceiro de artistas de outras áreas, como letrista de composições de Gilberto Mendes e ao lado de artistas plásticos como o xilogravurista Fabrício Lopez. O poeta atua também em sites, blogs, revistas digitais e é considerado das mais inventivas vozes da vanguarda literária nacional. Radialista, atua também como crítico de cinema e teatro. Nasceu em Santos em 1965 onde reside alternado com vida profissional paulistana. O autor atua como mestre oficineiro há 15 anos, especialmente ministrando aulas no sistema Sesc no Estado de São Paulo, com maior atuação no Sesc Santos, nas oficinas da Casa das Rosas, na Pinacoteca Benedicto Calixto de Santos, na Biblioteca Alceu Amoroso Lima da Prefeitura de São Paulo, na Oficina das Casas Mário de Andrade e Guilherme de Almeida na capital paulista, bem como no Fórum da Cidadania de Santos . Detentor de um método específico de pedagogia literária, já atuou também em oficina literária na Cadeia Velha de Santos. Lançou livros pela Editora Imaginário Coletivo: Pessoa doutra margem, poema longo dedicado a Fernando Pessoa e Whitman, meu brother, poema ao bicentenário de Walt Whitman em 2019. E, mais recentemente, Gilberto Mendes: Notas Biográficas.

Links de referência:

Venda do livro Gilberto Mendes: Notas Biográficas

Nossos sites e redes sociais:

– Nossos sites e redes sociais:

– Inscreva-se no canal https://www.youtube.com/historiasdocinemaporandreazenha

– Acesse https://historiasdocinema.com/

– Siga https://www.instagram.com/historiasdocinema

– Curta https://www.facebook.com/historiasdocinemaporandreazenha

_____

#GilbertoMendes #FlavioViegasAmoreira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s