Cineasta Lufe Steffen ministra curso online Quando a Novela se Inspira no Cinema

A teledramaturgia é um patrimônio cultural do Brasil. Há mais de 50 anos, acompanhamos os folhetins com uma voracidade inesgotável. 

Não é por acaso que em plena pandemia, quarentena e isolamento social, um fenômeno raríssimo aconteceu: as atuais telenovelas da emissora mais conceituada no gênero foram canceladas. As reprises foram colocadas no ar rapidamente, já que o público está acostumado com as novelas diárias.

É uma tradição muito forte. Lives, programas no YouTube e debates nas redes sociais mostram como o público está cada vez mais informado sobre as novelas e suas referências. E uma dessas alusões, talvez a mais forte, sem dúvida, é o cinema.

Nas últimas cinco décadas, inúmeras novelas apelaram para a inspiração ou para a citação explícita de enredos, personagens ou cenas inteiras que existiram, antes, na sétima arte.

É divertido analisar em que filmes determinadas novelas se inspiraram.

Por isso, o cineasta Lufe Steffen apresenta o curso online Quando a novela se inspira no cinema, um workshop especial de entretenimento, memória e pesquisa, profundamente conectado com as raízes culturais brasileiras.

Informações

Serão quatro aulas online, com duas horas de duração cada uma, nos dias 08, 10, 15 e 17/03/2021. Segundas e quartas-feiras, das 19h às 21h. Para saber mais acesse aqui.

Sobre o professor

Lufe Steffen é cineasta, jornalista, escritor, ator e cantor, formado em Comunicação e RTV na Universidade Metodista. Possui formação técnica como ator na Fundação das Artes de São Caetano do Sul.

Como cineasta, escreveu e dirigiu 10 curtas-metragens ficcionais e dois longas documentais, os premiados: São Paulo em Hi-Fi, de 2016 e A Volta da Pauliceia Desvairada em 2012. Ambos retratam a noite LGBT paulistana. Aproveite e veja nossa entrevista com ele.

Roteirizou e dirigiu Cinema Diversidade, série documental para TV em 10 episódios, sobre o cinema brasileiro LGBT do século XXI, exibida pelo canal Prime Box Brazil em 2018, e inspirada em seu próprio livro O Cinema que Ousa Dizer Seu Nome, em 2016, pela Editora Giostri.

Realizou o 1º Workshop de Roteiro Audiovisual para pessoas trans, produzido em parceria com a Codorna Filmes. Em 2019, atuou como curador e produtor em diversas mostras audiovisuais.

Publicou ainda o livro: ‘Tragam os Cavalos Dançantes’, em 2008. Acaba de rodar o primeiro longa de ficção autoral, o musical queer ‘Nós Somos o Amanhã’.

Ministra atualmente oficinas de cinema, conversando sobre temas como cinema e teledramaturgia, LGBTs no cinema brasileiro e o Cinema Queer Mundial.

Steffen mantém o canal Naftalufe, no YouTube, onde apresenta programas semanais sobre a cultura pop vintage do século XX.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s