LONDON RIVER: DESTINOS CRUZADOS (London River, 2009) e as pessoas unidas pela tragédia

Por ANDRÉ AZENHA

Londres, 7 de julho de 2005. Ataques suicidas sincronizados, perpetrados por quatro simpatizantes da Al-Qaeda, que protestavam a intervenção inglesa na segunda Guerra do Iraque, explodiram ônibus e metrôs durante a hora do rush, matando 52 pessoas.

London River: Destinos Cruzados tem início nesta data que parou a segunda maior cidade europeia. Mas ao contrário de outros filmes que abordam tragédias coletivas, o longa do parisiense de família argelina Rachid Bouchareb (Dias de Glória) não é sobre gente que tenha morrido ou sobrevivido aos atentados. É a respeito de como o crime afetou pessoas que tinham ligações com possíveis vítimas.

No caso, a Sra. Summers (Brenda Blethyn, de Orgulho e Preconceito), cristã de Channel Islands, Canal da Mancha, e Ousmane (Sotigui Kouyaté, de Coisas Belas e Sujas), muçulmano que vive na França. Conforme o título nacional, os destinos de ambos se cruzam quando eles buscam notícias dos filhos, desaparecidos. Será que eles morreram nas explosões? Ou viajaram?

A trama flui de forma sensível, primeiro mostrando como diferenças culturais e religiosas podem criar barreiras desnecessárias. No começo, a Sra. Summers, por ignorância e ingenuidade, suspeita de Ousmane, em virtude da religião dele e por ele ser negro.

Aos poucos, percebe que sua atitude não ajudará em nada na busca pela filha. Minimalista, trata-se de um filme em que as atuações são fundamentais para que o espectador envolva-se com a história. E os dois protagonistas têm interpretações pungentes – Sotigui Kouyaté foi premiado em Berlim.

O roteiro trata com sobriedade de temas delicados e jamais cai na armadilha de criar caricaturas. Pelo contrário, respeita todos os lados. Atenção à sequencia em que um muçulmano diz que, em seu templo, eles reúnem-se apenas para orar. Cena importante, numa época em que a tendência da mídia, principalmente a sensacionalista, é criar estereótipos para mocinhos e bandidos.

London River mostra que, talvez pior do que descobrir que filhos ou entes queridos morreram, é ficar sem saber o que aconteceu a eles.

London River: Destinos Cruzados
London River.
Reino Unido, França, Argélia. 2009.
Direção: Rachid Bouchareb.
Com Brenda Blethyn, Sotigui Kouyaté, Marc Baylis, Sami Bouajila.
Drama.
87 minutos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s